Conheça o projeto Sigepe

Fabrício de Oliv. Lopes

Uma nova interface: Inaugurado pelo Governo Federal, o Sigepe é um sistema de gestão de pessoas que tem como principal objetivo possibilitar a padronização dos processos administrativos, utilizando como principal ferramenta a plataforma virtual. Sua estrutura consiste em em subsistemas, que são organizados de forma a facilitar o acesso a informações que até pouco tempo atrás estavam disponíveis em plataformas de acesso menos simplificadas, caso do Siape e sistemas correlatos (Siapecad, Siapenet e Extrator).

Público-alvo e principais funções: O principal público-alvo do Sigepe são os órgãos que fazem parte do Siped (Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal). Dentre as suas várias funções estará informar ao usuário dados relativos à administração de pessoas no âmbito da criação de cargos e empregos, processos seletivos, ingressos de servidores, benefícios, aposentadoria e outras informações necessárias tanto ao setor responsável pela gestão de pessoas, como aos próprios servidores que eventualmente possam pesquisar dados ou solicitar serviços incluídos na plataforma.

A elaboração do projeto Sigepe obedeceu a normas rigorosas de estruturação, que levaram em conta a elaboração de uma estrutura que pudesse disponibilizar aos órgãos e pessoas interessados uma interface que estivesse em conformidade com critérios de acessibilidade, disponibilidade e otimização de tempo. Considerando estes marcadores por ordem de relevância, o Ministério do Planejamento realizou uma pesquisa com 74 órgãos do Sipec, coletando informações para construção da plataforma. Dentre os principais pontos consultados, o controle de frequência, gestão de desenvolvimento, promoção, progressão e estágio probatório lideram o ranking de relevância da consulta, colocando em visibilidade as principais urgências a serem priorizadas na arquitetura do projeto.

Facilidade na busca de informações: Ao substituir tais sistemas por uma plataforma de acesso mais prática, o projeto Sigepe traz consigo benefícios tais como a padronização de processos, redução de custos, bem como aperfeiçoamentos no gerenciamento de serviços burocráticos. Sua execução foi pensada em duas etapas. Na primeira, correspondente ao módulo, serão priorizadas funções relativas a macroprocessos (como a gestão de benefícios, que inclui informações sobre gratificações, adicionais, entre outros). Já o subprojeto irá considerar uma maior especificidade, ao enfatizar funcionalidades que estejam inseridas em subconjuntos para os usuários.

Embora seja um projeto que demande um longo prazo para efetuar sua conclusão, a estruturação por etapas do projeto Sigepe irá permitir que os usuários, criem, aos poucos, uma relação gradual de afinidade com o novo sistema, relacionando-se com os novos critérios de busca, localização de informações e solicitações de serviços. Tal interação permitirá que os responsáveis pela construção do projeto possam visualizar eventuais melhorias na sua arquitetura, tendo seus usuários como seus colaboradores na construção do sistema.

Desenvolvido em parceria com o Serpro e Dataprev, o projeto Sigepe teve seu marco inicial no ano de 2013, tendo sua conclusão prevista para o ano de 2021.